quinta-feira, 30 de setembro de 2010

há a vida?


Gotas do céu,
a vida.
Seca da terra,
a vida.
Gota e terra,
há vida.

domingo, 26 de setembro de 2010

Na verdade todos estivemos mortos antes de nascer,e depois de nascermos,crescemos.
Crescemos para a vida,para o mundo.
Precisamos aprender a andar,cair,pular muros,subir escadas.Precisamos saber olhar para o lado que nem sempre olhamos.E quando olhamos,as vezes a gente chora.Mas isso a gente não aprende,literalmente nascemos já sabendo.
Passamos uma vida inteira procurando qual é o segredo que move este mundo tão adverso e ao mesmo tempo tão bonito.
Até que chega um momento,que alguém tem que partir.E esse alguém parte,para uma outra vida nascer,e dói tanto em quem fica.
E a estrada continua,vai indo sem rumo,feito agua na cachoeira,tão incerta.
Vida.

sábado, 25 de setembro de 2010

Acredite, ou não.



Acredito no amor, na humanidade, no respeito e na honra.
Prefiro o verbo fazer ao invéz do verbo orar.
Sou o único louco que ainda acredita que ser humano não é só uma classificação taxonômica.
Na opnião popular, o verde é a esperança e ao meu ver, o verde é a natureza.
A natureza por sua vez, possui todas as respostas.
Gosto de coisas simples,
e a simplicidade é o que há de mais elegante.
existe algo de sobre-humano,algo exótico e sobrenatural,entre as gotículas de chuva de uma tarde cinzenta,que se desmancha de hora em hora,se derrete e se esfumaça,enquanto descolore o colorido do arco iris,antes mesmo dele aparecer.

sexta-feira, 24 de setembro de 2010


enquanto isso,a Lady Gaga usa vestido de carne.Ainda bem que nao existe fome mundial,ainda bem.

sábado, 18 de setembro de 2010

eu já vi de tudo acontecer,
já vi arvores,já vi folhas dançando ao vento,a vida acontecer,
já vi vidas que foram ceifadas antes do tempo
entao nao venha me dizer que a felicidade é abstrata,
mas pra ser sincera:isso nao me importa.
eo ja vi de tudo,ate o proprio escuro
e a felicidade meu amigo,está do outro lado do muro
aliás talvez quem sabe,não seria melhor se estivéssemos mortos.

sábado, 11 de setembro de 2010


O Sentido e a essência não se encontram
em algum lugar atrás das coisas,
senão em seu interior, no íntimo de todas elas...

todo abismo é navegável a barquinhos de papel.

terça-feira, 7 de setembro de 2010


A vida é breve,
mas cabe nela
muito mais
do que somos capazes de viver...